Feedback

Dar feedback aos seus alunos é fundamental.Se o faz por escrito pode ser extremamente demorado e por vezes não é muito fácil fazê-lo desta forma. E se o pudesse fazer através de um áudio? Pode fazê-lo e é muito simples!Basta utilizar uma ferramenta de gravação de áudio online, como a Vocaroo: aqui pode, de modo muito rápido e intuitivo, gravar a sua própria voz e gerar um link, que depois partilhará com o respetivo aluno através de qualquer plataforma de E@D ou por e-mail.
Entre no site Vocaroo, grave os seus comentários e partilhe com os seus alunos!
Educar para o futuro.
LeYa Educação.

Biblioteca Municipal Raul Brandão

Pequeno Vimaranense!

Sabias que Guimarães  é uma “Cidade  Amiga das Crianças” que se preocupa e trabalha para dar o melhor às suas crianças? E sabias que também somos Cidade Educadora e que queremos que tenhas direito a uma educação plena e de qualidade?

Temos vivido tempos diferentes desde que chegou o coronavírus, não é? Não é fácil estarmos em isolamento e não podermos abraçar e dar beijinhos a todos os que gostamos e deves estar com muitas saudades dos teus amigos, da tua escola e de tanta coisa!  Mas vai ficar tudo bem e, se nos mantivermos em segurança, em breve tudo vai voltar ao normal.

Está a chegar a Dia Mundial da Criança e tu tens o “Direito de Continuar a Ser Criança”.

Estamos a pensar num conjunto de atividades para ti que vais gostar!

Uma delas é um concurso de expressão. Como mudou a tua vida com esta Pandemia? Partilha connosco o que sentes e pensas deste vírus.  Aceita o nosso desafio e envia-nos desenhos, vídeos, textos, poemas, músicas, danças, ou outras ideias que tenhas. Os teus trabalhos são muito importantes para nós!

PARTICIPA e envia os teus trabalhos para comunicacao@cm-guimaraes.pt

Biblioteca Municipal Raul Brandão
Divisão de Bibliotecas
Departamento de Cultura e Turismo

LEITURAS SOLIDÁRIAS

Caros alunos,

“Leituras Solidárias” é um projeto da Liga Portuguesa Contra o Cancro, em articulação com o PESS e a Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas de Abação e que se destina a doentes oncológicos.

O desafio que te propomos é que graves um conto pouco extenso (se não tiveres ideias a Biblioteca fornecerá os contos) que será, depois, apresentado pela Liga Portuguesa Contra o Cancro a todas as pessoas que estão a passar por fases complicadas nas suas vidas.
Vamos todos ajudar a atenuar o sofrimento!
Participa com a tua gravação!

Importante: a gravação deverá começar com uma frase do género:
“Olá, eu sou o/a (primeiro e último nome), frequento a escola de Abação e vou ler o conto (indicar o nome do conto). Espero que goste!”

Nota: para te inscreveres basta enviar um e-mail para abacaobib@gmail.com a manifestar o teu interesse. Se não quiseres inscrever-te por e-mail, fala com as professoras Judite Adães; Isabel Monteiro ou Ana Caridade.

O teu conto VAI fazer toda a diferença!

Ler mais: https://crescerparaprender.webnode.com/

Dia do Autor Português

O Dia do Autor Português comemora-se anualmente a 22 de maio.

Neste dia todos os autores portugueses nas diferentes áreas artísticas estão de parabéns. Na sociedade atual, caracterizada pelo materialismo, o autor, um produtor de ideias, não costuma receber o crédito que merece.

Foi com o propósito de homenagear o autor português e destacar a sua importância no desenvolvimento da cultura e do bem-estar da comunidade que se criou esta data em 1982. Este dia assinala igualmente o aniversário da Sociedade Portuguesa de Autores.

O Dia do Autor Português não contará, neste ano de 2020, com público, mas haverá lançamentos de livros para assinalar a data (“O Lugar dos Novos”, que inclui entrevistas com 26 novos cooperadores da SPA feitas pela realizadora radiofónica Ana Aranha; e “Um Mundo Aflito: Memória de Um Tempo de Ausência”, com texto de José Jorge Letria, fotos de Inácio Ludgero e prefácio de Pedro Abrunhosa).

Para além disso, o autor Pedro Seromenho dinamizará, nesta sexta-feira, dia 22, na sua página de Facebook, três sessões online de Hora do conto:

  • Às 9h00m (de Portugal Continental) – Europa, Macau e Timor-Leste
  • Às 11h30m – PALOP 
  • Às19h00m – Américas (EUA, Brasil e Canadá)

O Dia do Autor Português, instituído há 38 anos, reconhece a importância do autor das mais variadas áreas artísticas. Homenageia quem ajuda a sonhar, quem transmite emoções, quem enriquece a nossa cultura e aumenta os nossos conhecimentos.

É, pois, deveras importante que a criança, desde o jardim de infância, esteja em contacto com histórias e autores portugueses, pois partilham a mesma língua, a mesma cultura. E temos excelentes autores e livros maravilhosos.

São os autores portugueses que podem interagir com eles em encontros, demonstrando-lhes que a pessoa que escreveu determinada história é alguém com quem podem falar, e até tocar, e esse é um fator crucial para a criança começar a ter uma relação especial com os livros e mais tarde vir a descobrir o prazer da leitura.

.

Projeto “Leituras Solidárias!”

Projeto “Leituras solidárias”

Caros alunos,

“Leituras Solidárias” é um projeto da Liga Portuguesa Contra o Cancro, em articulação com o PESS e a Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas de Abação e que se destina a doentes oncológicos.
O desafio que te propomos é que graves um conto pouco extenso (se não tiveres ideias a Biblioteca fornecerá os contos) que será, depois, apresentado pela Liga Portuguesa Contra o Cancro a todas as pessoas que estão a passar por fases complicadas nas suas vidas.
Vamos todos ajudar a atenuar o sofrimento!
Participa com a tua gravação!

Importante: a gravação deverá começar com uma frase do género:
“Olá, eu sou o/a (primeiro e último nome), frequento a escola de Abação e vou ler o conto (indicar o nome do conto). Espero que goste!”

Nota: para te inscreveres basta enviar um e-mail para abacaobib@gmail.com a manifestar o teu interesse. Se não quiseres inscrever-te por e-mail, fala com as professoras Judite Adães; Isabel Monteiro ou Ana Caridade.

O teu conto VAI fazer toda a diferença!

Leitura de Todos para Todos

”  Here We Are” de Oliver Jeffers

Buy Here We Are Book at Easons

Nas aulas de EMRC foi iniciada a Unidade Temática “Ecologia e Valores” (O mundo como a nossa casa comum, os principais erros do ser humano na destruição do Planeta). Esta Unidade Temática foi trabalhada em articulação com a Biblioteca Escolar e com o Clube Europeu. 

A proposta para os alunos foi a leitura do livro  “Aqui estamos nós, apontamentos para viver no Planeta Terra” de Oliver Jeffers e a visualização do vídeo baseado na mesma obra intitulado “Here We Are”. A partir da exploração desses dois recursos, pediu-se aos alunos para recontar a história do livro em vídeo de forma partilhada e continuada por cada elemento da turma e por fim a criação de uma campanha para promoção de hábitos mais ecológicos e amigos do ambiente com o intuito de preservação do Planeta

Leitura de Todos para Todos

Os animais estavam zangados” de William Wondriska

A Biblioteca Escolar em parceria com a disciplina de EMRC, no âmbito do projeto Leitura de Todos para Todos, criam o projeto “Os animais estavam zangados” para os alunos do 5º ano. Tendo como ponto de partida o livro “animais estavam zangados” de William Wondriska, os alunos foram convidados a trabalhar os defeitos e as virtudes como forma de melhorar a relação humana e estimular a gestão de conflitos e gestão emocional. 

Ficamos a aguardar os trabalhos!

Leitura de Todos para Todos!

” As Janelas douradas ” de William J. Bennett

As janelas douradas | Ler e pensar

Da disciplina de EMRC, no projeto Leitura de Todos para Todos, em parceria com a Biblioteca Escolar, chega-nos o reconto de “As janelas Douradas” de William J. Bennett. Os alunos aprendem a ser mais autónomos e a criatividade e imaginação são constantemente estimuladas.

Os alunos são convidados a explorarem as diversas expressões artísticas para criarem um objeto artístico inspirado na história. 

As propostas de tarefas são feitas e surgem os resultados.

Ana Carolina Lopes 5ºC
Lara Sofia Ribeiro 5ºC
Mariana Fernandes 5ºC
Ana Raquel Fontes 5ºA
Francisco Azevedo 5ºB
Joana Mendes 5ºB

Muitos parabéns aos artistas!

Organização do trabalho

No ensino a distância, há alguns procedimentos simples que são essenciais:

      • escrever sempre um «subject» quando se envia um e-mail ao professor.
        O «subject» deve ser elucidativo quanto ao conteúdo do e-mail;
      • identificar sempre os trabalhos e as mensagens que se enviam ao professor:
        escrever o nome próprio não é suficiente, é preciso também o apelido
      • ter cuidado ao fotografar um trabalho: se for fotografado com o telemóvel, este
        deve ser colocado paralelo ao papel, para o professor poder visualizar
        corretamente o trabalho efetuado;
      • antes de enviar um ficheiro ao professor, nomeá-lo de modo a identificar quer
        o aluno quer o trabalho.
        Estes pequenos cuidados facilitarão muito a organização do trabalho – quer
        do professor, quer dos alunos!