Os monstros do fundo do Mar

E se os marinheiros não tivessem medo?
E se os mares não tivessem fim?
E se os medos se diluíssem no mar calmo?!…
Então, nunca poderíamos falar do MOSTRENGO.
Fernando Pessoa, Pascoais ou Camões, teriam que ser os primeiros a fenecer no confronto com o Oceano fantástico que recebia aquelas naus “pirralhas” quando o Mar crescia sobre elas nos limites do Sul.
Os marinheiros narravam histórias mirabolantes de monstros incríveis e seres mitológicos!..

O fantástico que está presente nestas histórias faz parte da história da origem dos Lusos que Luís de Camões, Fernando Pessoa, Teixeira de Pascoais ou Agostinho da Silva souberam, muito bem, descrever, referir, narrar..
É com este encanto que os jovens do 9º ANO se vão encontrar nas manhãs dos dias 29 de abril e 2 de maio, onde a palavra, ou no plural, as palavras da Língua Portuguesa manifestam uma ancestral força capaz de acordar temerosamente todos os mostrengos.

Fiquem com o som das palavras…criem as imagens…

   

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *