Morreu a grande escritora Agustina Bessa-Luís – A escritora que não tinha medo de nada

 

Resultado de imagem para frases de agustina bessa luís

 

“Nasce-se inocente mas com conhecimento daquilo que se é – aquilo que depois se procura através da arte, através de tantas manifestações humanas: de onde viemos, o que somos, para onde vamos. A criança sabe e depois vai perdendo essas faculdades. Mas nascer adulto e morrer criança, que é o que eu quero, isso é que é difícil.”

Maria Agustina Ferreira Teixeira Bessa-Luís nasceu em Vila Meã, Amarante, a 15 de Outubro de 1922. A infância e a adolescência da escritora serão passadas nesta região, que marcará fortemente a sua obra. Estreia-se como romancista em 1948, com a novela Mundo Fechado​, mas é em 1954, com o romance A Sibila, desde então sucessivamente reeditado, que se impõe como uma das vozes mais importantes (uma voz “incomparável”, como dirá o ensaísta Eduardo Lourenço) da ficção portuguesa contemporânea.

“Fim – o que resta é sempre o princípio feliz de alguma coisa.”

É com este pensamento que a nossa biblioteca continuará a homenagear Agustina Bessa-Luís.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *