“Laços de Leitura” – a entrada para o sonho!

Aproxima-se a Semana da Leitura e o nosso Agrupamento lançou um desafio: criar “Laços de Leitura”. Toda a Comunidade Escolar terá o seu “laço” com frases ou excertos de obras marcantes e que embelezarão a entrada da Escola Sede.

Convidamos toda a Comunidade Educativa a colocar o seu laço!

Aqui, criamos LEITORES!

Aqui, criamos LAÇOS DE LEITURA!

 

 

“Leitura de TODOS para TODOS!” – “O Monstro das Cores” e “Hoje sinto-me”

No âmbito do selo “Todos Juntos Podemos Ler”, o projeto “Leitura de TODOS para TODOS!” continua a decorrer com os alunos do 1º ciclo.

Assim, nas EB1 de Calvos, Pinheiro e Agostinho da Silva nas turmas de 1º e 2º ano está a ser trabalhado o livro “O Monstro das Cores” de Natália Colombo, explorado o livro de tabuleiro e os livro de atividades fundindo com expressões artísticas.

Resultado de imagem para o monstro das cores

dav

Dentro da mesma metodologia de trabalho, nas turmas do 3º e 4º anos a exploração do tema surge do jogo de tabuleiro DIXIT e o livro “Hoje sinto-me” de Madalena Moniz.

Wook.pt - Hoje Sinto-me...

dav

 

Atividades desenvolvidas:

  • Exploração do livro, jogo de tabuleiro fundindo com expressões artísticas, criação de materiais complementares.
  • Exploração da imagem.
  • Exploração da literacia emocional.
  • Contato com as suas emoções e emoções dos outros.
  • Aprendizagem da expressão das emoções.

 

Todos Juntos Podemos Ler com as “Estrelas d´Encantar”

“A QUE SABE A LUA?”

Este foi o mote para o trabalho a desenvolver com os alunos de Educação Inclusiva, em articulação com a Biblioteca Escolar no 2º período.

Resultado de imagem para a que sabe a lua

A partir do conto “A que sabe a Lua?” de Michael Grejniec, serão desenvolvidas várias atividades semanais que passarão pelas seguintes fases:

  • Hora do conto,
  • Projeção da história,
  • Elaboração de uma mesa sensorial,
  • Construção de um Jogo da Memória,
  • Articulação com o curso CEF de cozinha e pastelaria para “preparação” da Lua,
  • Confeção de figurinos
  • Dramatização e gravação da história feita pelos alunos de Educação Inclusiva em colaboração com a turma do 9ºA, .

No dia 17 de janeiro, demos início à 1ª atividade: hora do conto. A psicóloga do Agrupamento, Drª Sara Brandão e a professora bibliotecária, Isabel Monteiro levaram a cabo uma divertida hora do conto, com a colaboração dos nossos alunos de Educação Inclusiva. Nesta fase, para além de dar a conhecer a história, foram trabalhadas as sequências.

Momentos que fizeram RIR os nossos meninos. A boa disposição deles é gratificante para todos!

Fiquem atentos aos próximos “capítulos!”

“Thiana, para além do Arco-Íris” no Centro Cultural Vila Flor

 

No dia 5 de dezembro, comemorou-se, no Centro Cultural Vila Flor, o Dia das Pessoas com Deficiência. Mais uma vez o nosso Agrupamento fez questão de estar presente. Alunos da Educação Inclusiva, do 9ºA e das escolas EB1/JI de Calvos e Tabuadelo, Psicóloga, Professores, Assistentes Operacionais e Utentes do Lar S.Francisco levaram a palco a peça “Thiana, para além do Arco-Íris”.  Este espetáculo é uma mostra do que é vivido no dia a dia do Agrupamento de Escolas de Abação. Um exemplo de boas práticas de ensino numa Escola Pública.

Um excelente trabalho de equipa que envolveu cerca de 100 pessoas e resultou num trabalho brilhante.

Parabéns a TODOS!

 

Comemoração do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

Esta celebração realiza-se desde 1998, ano em que a Organização das Nações Unidas avançou com a convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência.

A data tem como principal objetivo a motivação para uma maior compreensão dos assuntos relativos à deficiência e a mobilização para a defesa da dignidade, dos direitos e do bem-estar destas pessoas.

Cada ano, o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, tem um tema específico, que pauta as atividades e eventos deste dia. Em 2018 o tema é “Emponderando pessoas com deficiência e garantindo inclusão e igualdade”, que chama a atenção para os 30 objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU a serem alcançados em 2030 e como estes objetivos podem criar um mundo mais inclusivo e equitativo para as pessoas com deficiência.

Mais uma vez, o nosso Agrupamento participará nesta comemoração, no dia 5 de dezembro de manhã, no Centro Cultural Vila Flor. Cerca de 50 participantes (alunos do 1º ciclo, do 9ºano, da Unidade de Apoio à Multideficiência, docentes, assistentes operacionais  e utentes do Lar S. Francisco) levarão a cabo a dramatização da peça “Thiana, para além do Arco-Íris”.

Um grande trabalho de INCLUSÃO que permite, mais uma vez, consciencializar a Comunidade Educativa da importância da integração das pessoas com deficiência na sociedade.

Ensaio da peça “Thiana, para além do Arco-Íris no Largo da Câmara Municipal de Guimarães