Visita da Escritora vimaranense Rita Ribeiro da Silva às 15 horas

No dia 5 de junho, o nosso Agrupamento terá o prazer de receber a escritora vimaranense Rita Ribeiro da Silva, pelas 15 horas na Biblioteca da escola E.B.2,3 de Abação, com a apresentação do livro sobre Guimarães “A Minha Praça de S. Tiago”.
Esta visita encerra o projeto “Abação adota um idoso”, atividade em parceria com o Lar S. Francisco,o Clube de Artes e a Biblioteca Escolar.
Nada melhor para encerrar um projeto: histórias e vivências serão partilhadas por várias gerações.
A nossa escritora nasceu numa casa da emblemática Praça do Centro Histórico de Guimarães e, através do livro, presta homenagem ao lugar onde aprendeu a interpretar e a compreender o mundo.
O livro “A Minha Praça de S. Tiago” resulta do enorme afeto que a escritora dedica ao lugar onde nasceu, motivo que a inspirou a partilhar com os leitores o universo de vivências que habitam no seu imaginário, documentando essa retrospetiva com fotografias, ilustrações e pinturas, algumas das quais de sua autoria.
 
Aparece na Biblioteca!

Visita do escritor Thomas Bakk

No dia 1 de junho, e para celebrar o Dia da Criança, o nosso Agrupamento recebe a visita do escritor Thomas Bakk.

Um viajante traz na mala muitas histórias para contar, dos lugares que percorreu, das personagens que conheceu e de tudo que aconteceu, numa fantástica aventura no tempo! Contos de autor e de tradição oral, da autoria e adaptação de Thomas Bakk.

Thomas Bakk, de nacionalidade brasileira, é autor, actor e contador de histórias de literatura de cordel. Este género de literatura, conservada e transmitida pela tradição oral, através das gerações, originou grande parte dos contos tradicionais e uma parcela significativa de alguns dos mais célebres contos clássicos tendo praticamente desaparecido em Portugal e em toda a Europa.

Exposição – Descobrimentos

   
      Mais uma vez a nossa Biblioteca recebe uma exposição. Desta vez temos o tema “Descobrimentos”, onde poderás ver alguns exemplos de Caravelas e Instrumentos Náuticos usados pelos nossos navegadores nos séculos XV e XVI.
   Esta atividade insere-se nos conteúdos programáticos do 5º e 8º ano de História e Geografia de Portugal (2º Ciclo) e História (3º Ciclo). 
Os alunos estão de Parabéns.

Francisco Moita Flores no Agrupamento de Escolas Abação

Francisco Maria Moita Flores, considerado um dos melhores argumentistas portugueses, com vários sucessos espalhados no nosso PORTUGAL, é acima de tudo uma pessoa com um “P” grande com quem tivemos o privilégio de privar nestes dois dias (26 e 27 de abril), no Agrupamento de Escolas Abação.
Foi com grande emoção, alegria e entusiasmo que todos, os que tiveram a oportunidade e não deixaram de perder este momento único, aproveitaram esta partilha e esta maravilhosa experiência, ouvimos atentos aos ensinamentos e experiências deste SENHOR da comunicação.
Ontem, dia 26 de abril, numa conversa “familiar” com adultos fez-nos rir e chorar, fez-nos refletir sobre o tempo e o espaço, sobre as memórias e os sonhos, sobre os afetos e as relações.
Fomos brindados com histórias que fazem do ser humano uma espécie de rara excelência.
Hoje, dia 27 de abril, numa conversa com alunos de 9º ano, destacamos a atenção que este senhor conseguiu arrancar destes jovens. Moita Flores apresentou a sua escrita e o seu entusiasmo, dando lições de vida, encorajando a sua plateia para perseguirem os seus sonhos, para serem belos, grandes e boas pessoas. Alimentou a curiosidade de todos sobre a sua atividade como detetive e polícia, contando peripécias engraçadas e outras menos que vivenciou.
Terminamos com uma lição, para todos, dada por este Homem durante a sua presença na nossa Escola.
Acabemos com os Velhos do Restelo e acreditemos num futuro risonho porque nós somos “BELOS, GRANDES E BONS”.
Muito obrigada ao Dr. Moita Flores e parabéns à organização deste evento magnífico.

Francisco Moita Flores

DIA 26 DE ABRIL NA E.B.2,3 ABAÇÃO às 21h para a Comunidade e dia 27 às 10h para alunos de 9º ano.

Francisco Moita Flores é um escritor, investigador e atual presidente de Câmara de Santarém. É casado com a atriz e produtora Filomena Gonçalves e pai de três filhos.
Francisco Moita Flores é um especialista na área da criminologia e tem escrito obras de grande sucesso quer em livro quer para televisão. A crítica considera-o um dos melhores argumentistas portugueses e algumas das suas séries são marcos de excelência da ficção portuguesa, como foi o caso d’A Ferreirinha.

Dia 26 e 27 de abril – PARTICIPEM

Café Concerto

   Porque a cultura faz-se de pessoas e para pessoas, nós também temos cartas a dar nesta área e por isso gritamos com convicção: NÓS FAZEMOS PARTE!
   O café concerto é já uma marca característica da nossa escola. Desta vez, e sem exceção, foi mais um momento emocionante pautado por arte, talento e muito brilho. Os corações batem sempre mais alto, quando se fala de Guimarães, da sua tradição, das muitas qualidades que tem e daquilo que pode oferecer e daí que o café concerto deste ano teve um sabor especial!
   Apetece dizer: A ti, Guimarães, que de tão fantástica cidade que és, consegues arrecadar para ti bons momentos culturais.
   A gratificação existe no sorriso nervoso dos alunos quando entram em palco, na disponibilidade dos mesmos em ajudar a montar as coisas, na entrega e entreajuda que se vive na preparação de tudo. Tudo isto faz-nos acreditar naquela máxima do senso comum de “que a união faz a força”, e que de facto, quando todos trabalhamos em conjunto e remamos na mesma direção atingimos o porto seguinte.
  Desde a decoração fantástica, a cargo das nossas artistas, a todos os assistentes operacionais incansavelmente prestáveis e solícitos, aos professores que ensaiaram e trabalharam com os alunos, aos alunos que atuaram, aos professores que subiram ao palco e também atuaram, aos convidados que simpaticamente aceitaram contribuir com a sua participação, todos brilharam e fizeram uma noite mais luminosa!
                        A todos o nosso muito obrigada!

Manuela Leite

A própria história desta estória dava um filme (não é o que se costuma dizer?). Estejam atentos!
O livro «A avó come muito queijo, é o que é» de Manuela Leite e Gabriela Sotto Mayor foi um dos principais destaques na secção Miúdos da revista Time Out Lisboa, da primeira semana de fevereiro.
Este livro-álbum, que procura contribuir para o esclarecimento precoce da população acerca da deterioração cognitiva de que muitos adultos, familiares e amigos, padecem, recorre ao ponto de vista da criança para o fazer.
Quando abrimos o livro já vamos de apetite aberto por um título que nos faz sorrir. Quem é que resiste a uma avó que gosta de pregar partidas e que passa a vida a mudar as coisas de sítio? Depois vem o murro no estômago. Afinal a avó não faz amizades novas todos os dias. Mas todos os dias pessoas novas trazem-na a casa quando se perde na rua. Afinal a avó não gosta de esconder os objetos. Simplesmente não se lembra do lugar deles. Uma história (só) aparentemente ligeira, contada na primeira pessoa por uma neta que vai assistindo à deterioração cognitiva da avó. Dói-nos por dentro a página em que esta deixa de conhecê-la, faz-nos pensar naquele parente chegado (a nossa avó?) a quem aconteceu o mesmo. Este é um livro-álbum que todos os miúdos deveriam ler para entender melhor as doenças dos muito graúdos (a autora fez doutoramento sobre a demência de Alzheimer). As ilustrações de Gabriela Sotto Mayor, que também ajudou a escrever o livro, são cinco estrelas.

O Escritor Richard Towers visita a nossa escola na Feira do Livro

Martinho Torres, que edita sob o pseudónimo de Richard Towers, é muito mais do que um escritor. É criativo, empreendedor, editor e músico, conhecido por quebrar paradigmas.
Os livros assinados por Richard Towers contam mais do que uma história. “Pensadas para serem mais do que um livro, as suas obras visam demarcar-se do tradicionalismo obstinado da edição literária para se inscreverem num novo movimento — o livro-objeto”. O livro – objeto tem por princípio definidor a atribuição de dupla funcionalidade ao livro, fazendo deste um objeto com utilidade para lá do seu principal objetivo, a leitura.
“Tempo” foi a primeira obra escrita por Richard Towers e apresenta-se como um livro-relógio. “Reflexos” é o título do livro-espelho, o segundo que editou.
A publicação mais recente é “O desafio”, um livro-xadrez que guia o leitor “através de uma suprema viagem pelos meandros da corrupção, do poder, da glória, da perdição, da paixão e de todos os desafios que tornam a vida um complexo e apaixonante jogo”.
Uma presença que vai ser, sem dúvida, marcante para o nosso Agrupamento.

Como seria de esperar foi um Êxito, como testemunham as imagens. Obrigada

Daniel Marques Ferreira nas Escolas


A visita do escritor Daniel Marques Ferreira foi um sucesso em todas as EB1/JI do nosso Agrupamento.
A sua simpatia e humildade contagiaram todos os alunos que não se cansaram de fazer perguntas.
O escritor deixou a sua marca em todas as escolas com uma pequena ilustração.
Para este Senhor das Letras o nosso muito obrigado!