Concurso “À Descoberta de Sophia!”

Sophia de Mello Breyner Andresen – 100 anos

Sophia de Mello Breyner foi, sem dúvida, um dos maiores e mais premiados vultos da literatura portuguesa.

O seu primeiro livro, intitulado “Poesia”, foi publicado em 1944, numa edição de autor paga pelo pai, com uma tiragem de apenas 300 examplares. Quase meio século depois, em 1990, reúne em três volumes toda a sua obra poética, numa edição da Editorial Caminho. Pelo caminho ficaram obras como “Dia do Mar” (1947), “O Nome das Coisas”, que lhe valeu em 1977 o Prémio Teixeira de Pascoaes, e “Ilhas”, que lhe valeu o Grande Prémio de Poesia Inasset/Inapa.

“O Rapaz de Bronze” (1956), “A Menina do Mar”, a “A Fada Oriana” (1958 ), “O Cavaleiro da Dinamarca” (1964) ou a “Floresta” (1968) são apenas alguns dos mais conhecidos livros de ficção infantil que escreveu e que lhe valeriam, em 1992, o Grande Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura para Crianças. Sete anos seria galardoada com o Prémio Camões, a mais alta distinção da cultural da lusofonia. Na cerimónia de entrega, o Presidente da República, Jorge Sampaio, salientou a “beleza tão alta e exacta” da sua obra.

A nossa Biblioteca Escolar não podia deixar de iniciar a comemoração dos seus 100 anos com um concurso “À Descoberta de Sophia!” onde os alunos de 2º e 3º ciclos deveriam identificar excertos de obras da autora.

Parabéns a todos os vencedores e a todos os participantes!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *